Bolsonaro visita a CIA - o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços no combate aos crimes transnacionais.

MAIS NOTÍCIAS

O presidente Jair Bolsonaro foi na manhã de ontem (18), à Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) para uma visita de cortesia.
Ele foi recebido pela diretora da agência, Gina Haspel. Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços com a CIA no combate aos crimes transnacionais. “Foi uma visita de cortesia para, a partir daí, estabelecer esse foco de cooperação na área do crime organizado, dos crimes transnacionais e, eventualmente, os acordos na área de inteligência”, disse o porta-voz.  A visita não entrou na agenda oficial e a imprensa não foi avisada.  Rêgo Barros afirmou que a visita foi decidida pelo presidente no avião, rumo a Washington, capital do país. Presidente @jairbolsonaro chega aos EUA para primeira visita oficial ao país. O objetivo é promover uma agenda positiva entre os dois países. Na terça (19), está previsto encontro com o presidente Donald Trum…

Cadeira de rodas e artigos de Stephen Hawking irão a leilão

Ítens ligados a Isaac Newton, Darwin e Einstein estarão no leilão


Mais de 20 itens do uso pessoal do gênio britânico Stephen Hawking – morto em março, aos 76 anos -, serão colocados à venda em um leilão da Christie’s, com sede em Londres. Entre o acervo, está uma cadeira de rodas usada pelo pesquisador, livros, trabalhos acadêmicos e até um roteiro da sua participação em um episódio de Os Simpsons.

Os produtos estão disponíveis para análise no site:
https://onlineonly.christies.com entre os dias 31 de outubro e 8 de novembro. O evento também leiloará objetos ligados a Isaac Newton, Charles Darwin e Albert Einstein.

O famoso livro de 1988 de Hawking, “Uma Breve História do Tempo”, assinado com sua impressão digital, também está disponível para os compradores. O livro trouxe a astrofísica moderna para as grandes massas e transformou Hawking em um ícone mundial.

Uma cadeira de rodas motorizada em couro vermelho e marrom, usada do final dos anos 1980 até meados dos anos 1990, também está à venda. Hawking usou uma cadeira de rodas durante a maior parte de sua vida, depois de ter sido diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica, popularmente conhecida como ELA, ainda na juventude.

Seu valor estimado está em até US$ 18,9 mil (aproximadamente R$ 70 mil). O dinheiro arrecadado com a venda da cadeira de rodas será oferecido para beneficiar a Stephen Hawking Foundation e a Motor Neurone Disease Association.
Um dos itens mais raro à disposição é a tese com notas e equações de Hawking sobre a origem do universo e os “wormholes”. A peça foi produzida para o seu doutoramento da Universidade de Cambridge, em outubro de 1965, e traz escrito que “Esta dissertação é minha obra original”, seguida por uma assinatura “S.W. Hawking. Esta é uma das cinco cópias conhecidas da tese de Hawking de 117 páginas, e seu valor pode chegar a US$ 189 mil (R$ 700 mil).

Comentários