Bolsonaro visita a CIA - o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços no combate aos crimes transnacionais.

MAIS NOTÍCIAS

O presidente Jair Bolsonaro foi na manhã de ontem (18), à Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) para uma visita de cortesia.
Ele foi recebido pela diretora da agência, Gina Haspel. Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços com a CIA no combate aos crimes transnacionais. “Foi uma visita de cortesia para, a partir daí, estabelecer esse foco de cooperação na área do crime organizado, dos crimes transnacionais e, eventualmente, os acordos na área de inteligência”, disse o porta-voz.  A visita não entrou na agenda oficial e a imprensa não foi avisada.  Rêgo Barros afirmou que a visita foi decidida pelo presidente no avião, rumo a Washington, capital do país. Presidente @jairbolsonaro chega aos EUA para primeira visita oficial ao país. O objetivo é promover uma agenda positiva entre os dois países. Na terça (19), está previsto encontro com o presidente Donald Trum…

Fusão entre Agricultura e Meio Ambiente pode não ocorrer

Presidente da UDR diz que fusão não está definida.

De acordo com o ruralista, a questão só será definida "ao longo de muita conversa, de ouvir os segmentos, ouvir as instituições.

"Essa é a qualidade que eu sempre admirei nele: ter a humildade de ouvir todo mundo."

Após reunião com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na tarde desta quarta-feira (31), o presidente da UDR (União Democrática Ruralista), Luiz Antonio Nabhan Garcia, afirmou que a fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente ainda não está definida.
"Não tem nada confirmado sobre a união dos ministérios. Existe a possibilidade de os dois ministérios seguirem separados, como existe a possibilidade da fusão. Não tem nada definido. Pelo menos foi isso que o presidente me disse", afirmou.

Comentários