TERREMOTO - Goiás foi atingido por dois terremotos em menos de uma hora.

MAIS NOTÍCIAS

O Observatório Sismológico da UnB registrou dois terremotos de magnitudes 3.5 e 3.0 na cidade de em Aruanã, no interior de Goiás. Não houve registro de danos.


Fique ligado! Acompanhe nosso SITE! Monitore as tempestades AQUI Monitore o SolAQUI
MAIS NOTÍCIAS

O Hubble revelou 22.426 aglomerados estelares globulares no Aglomerado de Galáxias Coma, que contém mais de 1000 galáxias!

Abaixo está um mosaico do Telescópio Espacial Hubble de uma porção do imenso Aglomerado de Galáxias Coma com mais de 1.000 galáxias. Está localizado a 300 milhões de anos-luz da Terra. 

A incrível nitidez do Hubble foi usada para fazer um censo abrangente dos membros mais diminutos do aglomerado: 22.426 aglomerados estelares globulares

Entre os primeiros homesteaders do universo, aglomerados estelares globulares são ilhas em forma de globo de neve com centenas de milhares de estrelas antigas. 

A pesquisa encontrou os aglomerados globulares espalhados no espaço entre as galáxias. 
Eles ficaram órfãos de suas galáxias através de interações de maré galáctica dentro do aglomerado movimentado. 

Os astrônomos usarão o campo de aglomerados globulares para mapear a distribuição de matéria escura no aglomerado de galáxias Coma.


Créditos: NASA, ESA, J. Mack (STScI) e J. Madri (Australian National Telescope Facility)


O Telescópio Espacial Hubble é um projeto de cooperação internacional entre a NASA e a ESA (Agência Espacial Européia). O Centro de Voos Espaciais Goddard, da Nasa, em Greenbelt, Maryland, administra o telescópio. O Instituto de Ciência do Telescópio Espacial (STScI) em Baltimore, Maryland, conduz operações científicas do Hubble. O STScI é operado pela NASA pela Associação de Universidades de Pesquisa em Astronomia, em Washington, D.C.

Seguem abaixo outras imagens deslumbrantes do Aglomerado de Galáxias Coma

EPOD - The Coma Cluster of Galaxies  - Crédito: Jim Misti (Misti Mountain Observatory



                Image Credit: NASAESAHubble Heritage (STScI/AURA)



Imagem do Hubble mostra parte do aglomerado de galáxias de Coma. A imagem colorida foi feita a partir de exposições separadas tiradas na região visível do espectro com a Wide Field Camera 3 (WFC3) do Hubble. Dois filtros foram usados para amostrar vários comprimentos de onda. A cor resulta da atribuição de diferentes matizes a cada imagem monocromática associada a um filtro individual. Crédito da imagem: NASA / ESA / Hubble.


Como foi a sua experiência com a leitura? Boa ou ruim? Faça críticas e deixe suas dicas nos comentários abaixo para melhorarmos o Site. 
Até a próxima!