Bolsonaro muda a Lei Maria da Penha para proteger as mulheres efetivamente.

MAIS NOTÍCIAS

Publicada lei que garante mais proteção à mulher vítima de violência. As medidas que alteram a Lei Maria da Penha começam a valer hoje.

A Lei Maria da Penha prevê, a partir de agora, a aplicação de medidas protetivas de urgência a mulheres ou a seus dependentes ameaçados de violência doméstica ou familiar. O Diário Oficial da União publica hoje (14) a lei sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, com as alterações que darão mais rapidez nas decisões judiciais e policiais.
De acordo com nova norma, quando constatada a existência de risco atual ou iminente à vida ou à integridade física da mulher, ou de seus dependentes, o “agressor será imediatamente afastado do lar, domicílio ou local de convivência” com a vítima, medida que pode ser adotada pela autoridade judicial; pelo delegado de polícia; ou pelo policial, quando o município não for sede de comarca e não houver delegado disponível no momento da denúncia.
A lei prevê também que, quando a aplicação das m…

Timelapse da Supernova 1987a ao longo de 25 anos.

A Supernova 1987A foi observada pela primeira vez em 24 de fevereiro de 1987, foi a morte cataclísmica de uma estrela supergigante azul, a cerca de 168.000 anos-luz da Terra. 
Imagem relacionada
As imagens acima foram obtidas entre 1994 e 2016 pelo Telescópio Espacial Hubble, contam a história do aumento de brilho do anel de gás em redor da estrela que explodiu.
Crédito: NASA, ESA, R. Kirshner (Centro Harvard-Smithsonian para Astrofísica e Fundação Gordon e Betty Moore), e P. Challis (Centro Harvard-Smithsonian para Astrofísica)


Resultado de imagem para Supernova 1987A gif
As imagens acima foram obtidas telescópio Chandra X Ray.
Um estudante de pós-graduação da Universidade de Toronto e do Observatório de Leiden criou um lapso de tempo mostrando a supernova ao longo de um período de 25 anos, de 1992 a 2017. 
Seu nome é Yvette Cendes e as imagens mostram a onda de choque em expansão para fora e batendo em detritos que a estrela lançou antes de se tornar uma supernova.

A SN 1987a está na Grande Nuvem de Magalhães, a cerca de 168.000 anos-luz da Terra.
A explosão foi uma surpresa na época porque nossos modelos estelares nos disseram que as estrelas supergigantes azuis não poderiam ir à supernova.