Número de mortos em Moçambique pode ultrapassar 1.000, mais de 15.000 pessoas estão desaparecidas após destruição massiva do Ciclone Tropical "Idai".

MAIS NOTÍCIAS

Milhares de pessoas ainda precisam ser resgatadas após um ciclone devastador atingir os países da África Austral. Espera-se que o número de mortos atinja pelo menos 1.000 pessoas, com uma estimativa de 15.000 pessoas ainda desaparecidas. Os sobreviventes estão enfrentando uma crise humanitária, com os sistemas de água e saneamento fortemente danificados pela tempestade.

Milhares de pessoas estão fazendo uma viagem sinistra até à cidade da Beira, em Moçambique, que, embora fortemente danificada, é agora um centro de esforços de salvamento. Alguns caminhavam por estradas esculpidas pelas águas revoltas, enquanto outros eram transportados por pescadores locais. Helicópteros saíram à chuva para mais um dia de esforços para encontrar pessoas agarradas a telhados e árvores. O número confirmado de mortes no Zimbábue, vizinho de Moçambique e Maláui, superou 500 na quinta-feira, com centenas mais temidas em áreas totalmente submersas pelo ciclone Idai. Aqueles que chegam à Beira …

Bolsonaro almoçou em bandejão de supermercado em Davos

O Presidente deu uma "escapadinha" do Hotel Seehof pela garagem para despistar a imprensa brasileira, e foi almoçar no bandejão de um supermercado popular do supermerdado Migros no centro de Davos. 
"Eu estava pegando comida, olhei para o lado e estava o Bolsonaro", comentou o artista plástico brasileiro Simon Hecker, que vive no país e está fazendo um bico como motorista no Fórum Econômico Mundial.

Crédito da imagem: VALOR econômico.

Uma longa fila se formou na porta do local onde Bolsonaro fez seu discurso. Meia hora antes da sessão, dezenas de empresários, executivos e autoridades se concentravam na entrada do auditório principal. 
O cenário contrastou com as cadeiras vazias que deram o tom durante discurso do então presidente Michel Temer.

World Economic Forum


Fonte: Valor

Como foi a sua experiência com a leitura? Boa ou ruim? Faça críticas e deixe suas dicas nos comentários abaixo para melhorarmos o Site. 
Até a próxima!