RÚSSIA - Níveis de radiação aumentam 16 vezes após explosão de foguete com 5 mortes.

MAIS NOTÍCIAS

A agência nuclear estatal da Rússia, Rosaton, informou que o acidente ocorreu durante teste de um motor em uma plataforma marítima no Mar Branco, provocando a morte de pelo menos cinco cientistas e ferindo três.


A Rússia reconheceu neste sábado, após dois dias de silêncio, que a explosão ocorrida na última quinta-feira em uma base de lançamento de mísseis próxima do Ártico teve um caráter nuclear, com um saldo de cinco mortos.
Observem a onda de choque nos vídeos abaixo:

A explosão assustou as populações locais e fez com que as pessoas corressem às farmácias, nas cidades de Arkhangelsk e Severodvinsk, e esgotassem os estoques de iodo medicinal, usado para diminuir os efeitos da exposição à radiação.

Em comunicado, a agência nuclear russa, Rosatom, anunciou que cinco membros do seu quadro morreram na explosão e outras três pessoas sofreram queimaduras. Autoridades militares não informaram sobre a possível presença de combustível nuclear no acidente, que ocorreu na região d…

Juan Guaidó se declara presidente interino da Venezuela

Embora os canais de televisão não mostrem imagens das manifestações da oposição, eles são abundantes nas redes sociais, algumas delas compartilhadas pelos líderes da oposição.


Juan Guaidó: "Hoje, 23 de janeiro de 2019, eu formalmente me declaro como presidente encarregado da Venezuela"

O presidente da Assembléia Nacional falou diante de milhares de venezuelanos que se manifestam em Caracas, no meio de um dia cheio de protestos contra o regime de Maduro em todo o país.

Milhares de venezuelanos estão se manifestando nesta quarta-feira nos 23 estados do país e do Distrito Capital contra Nicolás Maduro, no marco de uma mobilização convocada pela oposição para ignorar a legitimidade do segundo mandato do presidente, que acaba de começar.

As manifestações incluem marchas e comícios e reuniram milhares de pessoas em estados como Zulia (na fronteira com a Colômbia), Merida, Trujillo, Lara (oeste), Aragua e Carabobo (norte).

Enquanto isso, o canal estatal VTV mantém uma transmissão ininterrupta dos atos oficiais em Caracas sob o lema "povo em defesa da paz e da democracia".

As forças da ordem lançaram bombas de gás lacrimogêneo em alguns dos comícios da oposição em Caracas e até agora a mídia local fala de um detento.

O Parlamento e uma grande parte da comunidade internacional não reconhecem Maduro como legítimo porque obteve sua reeleição em eleições consideradas fraudulentas e nas quais seus principais concorrentes não puderam participar.

Manifestantes queimam estátua de Hugo Chávez




Em desenvolvimento….
Fonte: infobae.com