RÚSSIA - Níveis de radiação aumentam 16 vezes após explosão de foguete com 5 mortes.

MAIS NOTÍCIAS

A agência nuclear estatal da Rússia, Rosaton, informou que o acidente ocorreu durante teste de um motor em uma plataforma marítima no Mar Branco, provocando a morte de pelo menos cinco cientistas e ferindo três.


A Rússia reconheceu neste sábado, após dois dias de silêncio, que a explosão ocorrida na última quinta-feira em uma base de lançamento de mísseis próxima do Ártico teve um caráter nuclear, com um saldo de cinco mortos.
Observem a onda de choque nos vídeos abaixo:

A explosão assustou as populações locais e fez com que as pessoas corressem às farmácias, nas cidades de Arkhangelsk e Severodvinsk, e esgotassem os estoques de iodo medicinal, usado para diminuir os efeitos da exposição à radiação.

Em comunicado, a agência nuclear russa, Rosatom, anunciou que cinco membros do seu quadro morreram na explosão e outras três pessoas sofreram queimaduras. Autoridades militares não informaram sobre a possível presença de combustível nuclear no acidente, que ocorreu na região d…

Tinta azul no asfalto para atenuar calor


A medida foi adotada em Tietê, cidade a 150 km da capital paulista. A técnica vem da área de climatologia e é capaz de trazer bons resultados.

A Prefeitura já começou a aplicar a camada de tinta azul ciano sobre o asfalto e também será feita em pontos de ônibus e telhados de escolas.


A cor azul ciano reduz a temperatura em 10% e auxilia na economia de energia elétrica e na redução da evaporação, o que torna o ambiente mais fresco para pessoas, plantas e animais. 
A gestão afirma que o gasto com a tinta será compensado pela possível redução de consumo de energia elétrica pela população.

Os termômetros constataram reduções significativas na temperaturas.

A prefeitura diz que não há contraindicação para a aplicação da tinta. Ela comentou, ainda, que preferiu não utilizar a de cor branca, capaz de absorver menos calor, porque gera mais luminosidade o que poderia ocasionar transtorno visual.