Vulcão Popocatépetl, considerado um dos 10 mais perigosos do mundo, aumentou suas atividades eruptivas nas últimas horas.

O vulcão Popocatépetl aumentou sua atividade eruptiva nas últimas horas e lançou material incandescente. 

As autoridades de Proteção Civil pediram à população que não se aproximasse da cratera, informou hoje o Centro Nacional de Prevenção de Desastres (Cenapred) do México.
O vulcão Popocatépetl, de acordo com seu último relatório, o Cenapred alertou para o perigo envolvido na queda de fragmentos balísticos e a emissão de cinzas é esperada nos estados centrais do México.

A agência manterá o monitoramento contínuo da atividade do Popocatepetl, considerado um dos 10 mais perigosos do mundo, pois 25 milhões de pessoas vivem a menos de 100 quilômetros da cratera. Da mesma forma, ele indicou que nas últimas horas, o vulcão Popocatépetl emitiu 140 exalações e uma coluna de erupção de dois quilômetros que está se dispersando em direção ao sudoeste do vulcão foi registrada.
Ya con sensor infrarrojo.

No es que este tipo de actividad solo pase de noche, de día la incandescencia simplemente no se…

Tremor foi registrado pelo Centro de Sismologia da USP durante o escoamento do rejeito em Brumadinho/MG


Nota do Centro de Sismologia - USP

Gostaríamos de dar nossa contribuição em meio ao que está circulando por aí sobre possíveis tremores terem causado o desastre. Depois de muitas análises, podemos dizer que:

1 - Não há nenhuma evidência ou registro de tremor de terra natural na região da Mina do Córrego do Feijão, da Vale. Nem em dias anteriores. O último tremor registrado em MG ocorreu próximo a cidade de Januária, no dia 21/01/19 e magnitude 2.7. Ele é muito fraco e está muito distante para ter qualquer influência na barragem.

2 - Mesmo que estivessem ocorrendo tremores, eles precisariam estar exatamente embaixo da barragem pra ter algum efeito perceptível.

3 - O escoamento do rejeito (a passagem da lama) pôde ser registrado por estações há ~100 km da Mina.

Na imagem abaixo, é possível ver os sismogramas das estações BSCB (Bom Sucesso/MG) e DIAM (Diamantina/MG), ambas pertencentes à RSBR (Rede Sismográfica Brasileira). 

As marcações circuladas em verde são detonações em minas do Quadrilátero Ferrífero.

O ruído destacado em vermelho é o registro sísmico da "enxurrada de lama", que foi registrado por aproximadamente 5 minutos após o rompimento da barragem.

OBS. Os horários no sismograma estão em UTC (padrão em Sismologia), hoje são duas horas a mais que o horário local em MG.

Abaixo o registro de duas estações:


Fonte:  http://www.sismo.iag.usp.br/rq/



Comentários