TERREMOTO - Goiás foi atingido por dois terremotos em menos de uma hora.

MAIS NOTÍCIAS

O Observatório Sismológico da UnB registrou dois terremotos de magnitudes 3.5 e 3.0 na cidade de em Aruanã, no interior de Goiás. Não houve registro de danos.


Fique ligado! Acompanhe nosso SITE! Monitore as tempestades AQUI Monitore o SolAQUI
MAIS NOTÍCIAS

Gastos com ministros do STF: R$ 1,5 milhão de auxílio-moradia, R$ 12 milhões de auxílio-alimentação, R$ 12 milhões de auxílio-natalidade, 222 funcionários para cada membro, 3 caminhões entre outros.


Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) usou a tribuna, nesta quinta-feira (14), para criticar valores destinados a auxílios dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que ele considera muito altos. De acordo com o parlamentar, além dos benefícios com moradia e alimentação, que despendem um recurso público muito acima da média brasileira, os ministros ainda contam com auxílio-funeral e de natalidade.

Os números, segundo Kajuru, assustam: é destinado R$ 1,5 milhão para auxílio-moradia dos 11 ministros. Ou seja, uma média de R$ 11 mil por mês a cada um. Agregado a isso, somam-se R$ 12 milhões com auxílio-alimentação, cerca de R$ 90 mil por mês.

— Eu gostaria de saber qual é a comida lá. São R$ 12 milhões para 11 ministros? Isso é um desrespeito a uma nação com quase 15 milhões de desempregados e mais de 200 empresas falidas — disse o parlamentar.

O senador pediu ainda explicação sobre o elevado número de funcionários por ministro: são em média 222 para cada membro do STF, disse. Ele também questionou a necessidade de se arcar com os custos de manutenção de três caminhões.

Conteúdo: Agência Senado