Após Idai e Kenneth, LORNA se forma. Mais um ciclone tropical no Oceano Índico Sul, o terceiro em 2 meses.

MAIS NOTÍCIAS

O satélite Suomi NPP da NASA-NOAA passou sobre o Oceano Índico Sul e capturou uma imagem visível do Ciclone Tropical Lorna bem organizado. O satélite Suomi NPP sobrevoou a cidade de Lorna em 25 de abril às 16h30 (horário de Brasília) e o instrumento VIVI (Visible Infrared Imaging Radiometer Suite) forneceu uma imagem visível da tempestade. A imagem do VIIRS mostrou uma tempestade mais circular, indicando que a tempestade estava se consolidando e se fortalecendo. Dados de microondas revelaram uma característica do olho.

Às 11h00 (horário de Brasília) do dia 25 de abril, o Ciclone Tropical Lorna estava centrado perto de 10,8 graus de latitude sul e 85,9 graus de longitude leste, cerca de 824 milhas a leste-sudeste de Diego Garcia. Lorna estava se movendo para o leste-sudeste e tinha ventos máximos de 50 nós (57 mph / 92 kph).

Lorna não é uma ameaça para as áreas de terra. Espera-se que Lorna se desloque para o sudeste enquanto se fortalece a 75 nós (139 km / h) atingindo a…

Incêndio atinge alojamento do Bangu no Rio de Janeiro. Três jogadores foram encaminhados para o hospital.


Em nota, a assessoria de imprensa do Bangu divulgou que os casos não são graves e dois dos jogadores devem ser liberados do Hospital da Aeronáutica ainda hoje. 

Um terceiro atleta permanece internado na CTI  por precaução, pois inalou muita fumaça.


Ainda não se sabe o motivo do incêndio, somente que ocorreu após o treino da manhã durante o descanso de três atletas.
O Bangu utiliza o alojamento da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), na Zona Oeste do Rio de Janeiro como base.