Número de mortos em Moçambique pode ultrapassar 1.000, mais de 15.000 pessoas estão desaparecidas após destruição massiva do Ciclone Tropical "Idai".

MAIS NOTÍCIAS

Milhares de pessoas ainda precisam ser resgatadas após um ciclone devastador atingir os países da África Austral. Espera-se que o número de mortos atinja pelo menos 1.000 pessoas, com uma estimativa de 15.000 pessoas ainda desaparecidas. Os sobreviventes estão enfrentando uma crise humanitária, com os sistemas de água e saneamento fortemente danificados pela tempestade.

Milhares de pessoas estão fazendo uma viagem sinistra até à cidade da Beira, em Moçambique, que, embora fortemente danificada, é agora um centro de esforços de salvamento. Alguns caminhavam por estradas esculpidas pelas águas revoltas, enquanto outros eram transportados por pescadores locais. Helicópteros saíram à chuva para mais um dia de esforços para encontrar pessoas agarradas a telhados e árvores. O número confirmado de mortes no Zimbábue, vizinho de Moçambique e Maláui, superou 500 na quinta-feira, com centenas mais temidas em áreas totalmente submersas pelo ciclone Idai. Aqueles que chegam à Beira …

Mistério - Enorme Baleia Jubarte foi encontrada morta em meio a mata no Pará!



Uma grande Baleia Jubarte foi encontrada morta no dia 22 deste mês, na Cidade de Soure, Litoral da Ilha de Marajó.
Como ela chegou em meio à vegetação ainda é um "mistério", conforme a própria Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

Imagem: Prefeitura de Soure
De acordo com a secretária responsável pela pasta, Dirlene Silva, a baleia jubarte tem aproximadamente 11 metros de comprimento e não apresenta ferimentos visíveis. 

Uma das possibilidades levantadas pela equipe da SEMMA (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), é de que o animal tenha morrido no mar e o corpo tenha sido levado até a margem da praia pela ressaca.

A prefeitura informou que, devido ao fato de o local ser inacessível para máquinas pesadas fazerem a remoção da enorme baleia, foram convocados técnicos biólogos da ONG Bicho d'água para realizar a necrópsia e estudos devidos no próprio local para levantar a causa da morte do animal tão raro por esta região. 

O trabalho dos biólogos da organização parceira da prefeitura de Soure deve ser realizado ainda neste sábado (23).


Fonte: Prefeitura de Soure/Pará