Bolsonaro visita a CIA - o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços no combate aos crimes transnacionais.

MAIS NOTÍCIAS

O presidente Jair Bolsonaro foi na manhã de ontem (18), à Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) para uma visita de cortesia.
Ele foi recebido pela diretora da agência, Gina Haspel. Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços com a CIA no combate aos crimes transnacionais. “Foi uma visita de cortesia para, a partir daí, estabelecer esse foco de cooperação na área do crime organizado, dos crimes transnacionais e, eventualmente, os acordos na área de inteligência”, disse o porta-voz.  A visita não entrou na agenda oficial e a imprensa não foi avisada.  Rêgo Barros afirmou que a visita foi decidida pelo presidente no avião, rumo a Washington, capital do país. Presidente @jairbolsonaro chega aos EUA para primeira visita oficial ao país. O objetivo é promover uma agenda positiva entre os dois países. Na terça (19), está previsto encontro com o presidente Donald Trum…

O Brasil está na lista dos exércitos mais poderosos do mundo.


 O Brasil está na 14ª posição em lista com 136 países




O ranking foi publicado no site Global Firepower, a qual os especialistas levaram em conta 50 indicadores como: capacidades logísticas, variedade de equipamentos, potencial de mobilização, geografia, nível de desenvolvimento industrial, entre outros.
Considerando todos os seus indicadores, o site Global Firepower colocou a Venezuela na 46ª posição do ranking mundial de países com maior força militar de 2018. 
O Brasil está na 14ª posição e os Estados Unidos em primeiro lugar.

América Latina
"Quando se fala em poderio militar da América Latina, os números são amplamente favoráveis ao Brasil. Para ficar na comparação com a Venezuela, cujas fronteiras vivem um momento de altíssima tensão, as forças armadas brasileiras contam com 16 vezes mais militares na ativa. 

O total de aviões militares é 2,5 vezes maior. 
O Brasil tem ainda 3,4 vezes mais lançadores de foguetes e 2,2 vezes mais embarcações militares. 
De todos os países da região, apenas a Colômbia tem mais helicópteros militares — 273, contra 255.
Só Cuba supera o total de veículos terrestres disponíveis, com 1.830 contra 1.707. 
Colômbia, com 234, e México, com 143, vencem em total de embarcações, com a Colômbia mantendo 11 submarinos, contra os cinco. "

Venezuela

Brasil:
Orçamento de defesa: 29 bilhões
População total: 207 milhões
Homens disponíveis para combate: 107 milhões
Contingente militar total: 1.987.000
Contingente ativo: 334.500
Contingente reserva: 1.652.500
Aeronaves: 723
Tanques: 469
Veículos blindados: 1.707
Veículos marítimos: 110

Fonte: Global Firepower / Sputnik /  Crusoé


Comentários