ATENÇÃO! Cinzas do Vulcão Ubinas sobre SP, PR e RJ!

MAIS NOTÍCIAS

Vulcão Ubinas, no Peru, registra maior explosão em 300 anos. Texto de Everton S. Gonçalves  Pluma de cinzas vulcânicas chegam sobre o centro sul do Brasil nessa manhã de sábado, originada da erupção do vulcão Ubinas no Peru.



Mais cedo estavam concentradas sobre PR e SP. Agora estão concentradas entre SP e RJ, avançando para o mar.  Como estão em altitudes bem elevadas, vai ser pouco sentido pela população. 
No máximo, o céu vai ficar cinzento durante o dia e o pôr do sol pode ser diferenciado, na luminosidade e cores, principalmente mais avermelhado e rosado.
Em 2015 as cinzas do Vulcão Cabulco, no Chile, chegaram ao Sudeste do Brasil. As imagens abaixo mostram o efeito óptico atmosférico causados pelas cinzas ao Pôr do Sol.



Mas vale destacar que cinzas vulcânicas são um grande risco para a aviação. Queromos acreditar que nossas autoridades estejam monitorando essa situação.




Com informações de Everton S. Gonçalves 
Em atualização...
Fique ligado! Acompanhe nosso SITE! Monitore…

Alerta vermelho - Ciclone tropical extremamente perigoso segue para Moçambique.

MAIS NOTÍCIAS

Moçambique está em alerta máximo. O perigoso Ciclone Tropical "Idai" se aproxima do país. 

Satellite: Aqua 
Date Acquired: 3/11/2019 
Resolutions: 1km (504.7 KB)500m (1.5 MB)250m (4.8 MB) 
Bands Used: 1,4,3 
Image Credit: MODIS Land Rapid Response Team, NASA GSFC

O landfall é esperado entre Chinde e Chiloane na quinta-feira, horário local, ou sexta-feira de manhã, 15 de março de 2019. A tempestade já afetou mais de 150 mil pessoas e deixou pelo menos 38 mortos.
Imagens de satélite disponíveis sugerem que a atual tendência de fortalecimento ainda vem da parte interna do olho, informou o RSMC La Reunion às 12:00 UTC, 12 de março.
Na época, o ciclone tinha velocidade média máxima do vento de 148 km / h (92 mph) e pressão central de 965 hPa.

A tempestade mantém uma trilha no sentido sudoeste que deve dobrar gradualmente para oeste nas próximas 24 horas com a influência fortalecedora de uma crista subtropical localizada a sudoeste do sistema.
Embora seja esperado que as condições ambientais permaneçam bastante favoráveis para suportar um sistema intenso até o landfall, a previsão de intensidade permanece desafiadora devido ao contínuo processo do núcleo interno.


Idai poderá recuperar forças e ser um ciclone tropical intenso à medida que se aproxima da costa de Moçambique ao longo das próximas 48 - 60 horas, com intensidade máxima a 195 km / h (120 mph).

Idai deve ser uma tempestade muito perigosa na altura da sua chegada e os residentes na área de aterragem esperada devem seguir as recomendações oficiais e monitorizar os produtos dos serviços meteorológicos nacionais de Moçambique.

Ondas de tempestade superior a 3 m (9,8 pés) é provável onde o centro fará o landfall.
Note que este valor não leva em conta a maré e o aumento do nível do mar devido ao swell ciclônico.

Fonte: Watchers News