ATENÇÃO! Cinzas do Vulcão Ubinas sobre SP, PR e RJ!

MAIS NOTÍCIAS

Vulcão Ubinas, no Peru, registra maior explosão em 300 anos. Texto de Everton S. Gonçalves  Pluma de cinzas vulcânicas chegam sobre o centro sul do Brasil nessa manhã de sábado, originada da erupção do vulcão Ubinas no Peru.



Mais cedo estavam concentradas sobre PR e SP. Agora estão concentradas entre SP e RJ, avançando para o mar.  Como estão em altitudes bem elevadas, vai ser pouco sentido pela população. 
No máximo, o céu vai ficar cinzento durante o dia e o pôr do sol pode ser diferenciado, na luminosidade e cores, principalmente mais avermelhado e rosado.
Em 2015 as cinzas do Vulcão Cabulco, no Chile, chegaram ao Sudeste do Brasil. As imagens abaixo mostram o efeito óptico atmosférico causados pelas cinzas ao Pôr do Sol.



Mas vale destacar que cinzas vulcânicas são um grande risco para a aviação. Queromos acreditar que nossas autoridades estejam monitorando essa situação.




Com informações de Everton S. Gonçalves 
Em atualização...
Fique ligado! Acompanhe nosso SITE! Monitore…

Avião da Ethiopian Airlines com 157 cai na Etiópia. Não há sobreviventes.

MAIS NOTÍCIAS

Foto: Tiksa Negeri/Reuters

Um voo da Ethiopian Airlines com 157 pessoas a bordo, caiu no leste da África no domingo de manhã. A emissora estatal da Etiópia disse que não há sobreviventes. 
A aeronave se despedaçou em vários pedaços e foi severamente queimada, disse um repórter da Reuters no local do acidente.
Os controladores de tráfego aéreo perderam o contato com o avião seis minutos depois de decolar às 8h38, hora local, do Aeroporto Internacional de Bole, em Addis Ababa, na Etiópia.


“VELOCIDADE INSTÁVEL”
O voo ET 302, número de registro ET-AVJ, caiu perto da cidade de Bishoftu, 62 quilômetros a sudeste da capital Adis Abeba, informou a companhia aérea.
“O piloto mencionou que ele tinha dificuldades e que queria voltar. Ele deu a autorização (para voltar) ”, disse Tewolde durante sua entrevista coletiva.
O vôo teve velocidade vertical instável após a decolagem, disse o site de rastreamento de voos Flightradar24 em seu Twitter.


A companhia aérea havia identificado anteriormente incorretamente o número do modelo do avião, mas depois confirmou que era um 737 MAX 8.

As autoridades afirmaram que o avião estava transportando pessoas de muitas nacionalidades, incluindo do Canadá, China, França, Etiópia, Itália, Quênia e Estados Unidos.


Fontes: Twitter/Accuweather/Reuters/