Nasa registra terremoto, um "Marsquake", em Marte, pela primeira vez.

MAIS NOTÍCIAS

O módulo Mars InSight da NASA mediu e registrou pela primeira vez um provável "marsquake". O fraco sinal sísmico, detectado pelo instrumento Sísmico de Experimentação para Estrutura Interior (SEIS), foi registrado em 6 de abril, o dia marciano de 128º, ou sol. Este é o primeiro tremor registrado que parece ter vindo de dentro do planeta, em oposição a ser causado por forças acima da superfície, como o vento.  Os cientistas ainda estão examinando os dados para determinar a causa exata do sinal.


Primeiro Provável Marsquake Ouvido pela InSight da NASA: Este vídeo e áudio ilustram um evento sísmico detectado pelo InSight da NASA em 6 de abril de 2019, o 128º dia marciano da missão.  "As primeiras leituras da InSight continuam a ciência que começou com as missões Apollo da NASA", disse Bruce Banerdt, do Investigador Principal da InSight, do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (JPL), em Pasadena, Califórnia. "Nós estamos coletando ruído de fundo até …

Bolsa encosta em 100 mil pontos e fecha em nível recorde.

MAIS NOTÍCIAS

Dólar caiu para R$ 3,792, menor valor em duas semanas.
Em um dia de otimismo no mercado financeiro, a bolsa de valores bateu recorde e encostou em 100 mil pontos.

Foto: valormercadofinanceiro

O indicador Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), fechou esta segunda-feira (18) em 99.994 pontos, com alta de 0,86%. Durante a tarde, o indicador chegou a superar os 100 mil pontos, cedendo nos momentos finais de negociação.

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou vendido a R$ 3,792, com recuo de R$ 0,029 (-0,76%. Em queda pela segunda sessão consecutiva, a divisa está no valor mais baixo desde 1º de março, quando tinha encerrado em R$ 3,78.

Esta semana é marcada por decisões importantes na economia, tanto no cenário interno como no exterior. No Brasil, o governo entregará, na quarta-feira (20), a proposta de reforma nas aposentadorias e pensões dos militares. Também nesta semana, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados começa a discutir a reforma da Previdência.

O Comitê de Política Econômica do Banco Central (Copom) decide, também na quarta-feira, a taxa Selic (juros básicos da economia). Essa será a primeira reunião coordenada pelo novo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Também na quarta, o Federal Reserve (Fed), Banco Central dos Estados Unidos, decide os juros da maior economia do mundo.

Conteúdo: Agência Brasil