Bolsonaro visita a CIA - o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços no combate aos crimes transnacionais.

MAIS NOTÍCIAS

O presidente Jair Bolsonaro foi na manhã de ontem (18), à Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) para uma visita de cortesia.
Ele foi recebido pela diretora da agência, Gina Haspel. Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, o encontro sinalizou a disposição do governo brasileiro em estreitar laços com a CIA no combate aos crimes transnacionais. “Foi uma visita de cortesia para, a partir daí, estabelecer esse foco de cooperação na área do crime organizado, dos crimes transnacionais e, eventualmente, os acordos na área de inteligência”, disse o porta-voz.  A visita não entrou na agenda oficial e a imprensa não foi avisada.  Rêgo Barros afirmou que a visita foi decidida pelo presidente no avião, rumo a Washington, capital do país. Presidente @jairbolsonaro chega aos EUA para primeira visita oficial ao país. O objetivo é promover uma agenda positiva entre os dois países. Na terça (19), está previsto encontro com o presidente Donald Trum…

Pelo menos 23 mortos em passagem de tornado com ventos de 257 km/h, no Alabama, Geórgia/EUA.









Equipes de resgate começaram a vasculhar os escombros de casas móveis e casas na segunda-feira em busca de sobreviventes de um poderoso tornado que atingiu o sudeste do Alabama e matou pelo menos 23 pessoas, incluindo crianças.

A trilha de destruição tinha pelo menos 800 metros de largura e sobrecarregou o escritório de legistas do condado de Lee, obrigando-a a pedir ajuda do Estado.




Mais de 50 pessoas foram feridas e o número de mortos deve aumentar, disseram autoridades. Dois dos feridos estavam em estado crítico e pelo menos 20 pessoas estavam desaparecidas, disse o coronel do condado de Lee, Bill Harris, à CNN.

Drones que sobrevoavam a cidade equipados com dispositivos de busca de calor haviam examinado a área em busca de sobreviventes, mas as condições perigosas interromperam a busca na noite de domingo.
O tornado, que tinha ventos que pareciam ter cerca de 257 km/h ou mais, fazia parte de um poderoso sistema de tempestades que também atingiu o leste de Geórgia, Carolina do Sul e Flórida.

O furacão viajou direto por uma estrada municipal na comunidade rural de Beauregard, uma comunidade a cerca de 95 quilômetros a leste da capital Montgomery, reduzindo as casas às lajes.

O Serviço Nacional de Meteorologia confirmou no final do domingo um tornado com pelo menos uma classificação EF-3 causou a destruição no Alabama. Embora a declaração não forneça estimativas exatas de vento, as tempestades EF-3 normalmente são avaliadas em velocidades de vento entre 218 e 265 km/h, o ponto médio da escala Fujita Aprimorada, que os meteorologistas usam para medir a força do tornado.



Advertências em 4 estados

Numerosos avisos de tornados foram divulgados em partes do Alabama, Geórgia, Flórida e Carolina do Sul no domingo à tarde, enquanto o sistema de tempestades atravessava a região. Autoridades do tempo disseram que confirmaram outros tornados na região apenas por radar e enviariam equipes na segunda-feira para avaliar essas e outras tempestades.

Na região rural de Talbotton, Geórgia, cerca de 130 quilômetros ao sul de Atlanta, pessoas foram feridas por fortes ventos, ou por um tornado, que destruiu várias casas.

Imagens de notícias na televisão mostraram prédios destruídos com telhados destruídos, carros derrubados e detritos por toda parte. Árvores ao redor foram arrancadas de galhos.


Autoridades disseram que um tornado foi confirmado por um radar no final da tarde de domingo no Panhandle da Flórida.

Fonte do texto: cbc.ca

Comentários