RÚSSIA - Níveis de radiação aumentam 16 vezes após explosão de foguete com 5 mortes.

MAIS NOTÍCIAS

A agência nuclear estatal da Rússia, Rosaton, informou que o acidente ocorreu durante teste de um motor em uma plataforma marítima no Mar Branco, provocando a morte de pelo menos cinco cientistas e ferindo três.


A Rússia reconheceu neste sábado, após dois dias de silêncio, que a explosão ocorrida na última quinta-feira em uma base de lançamento de mísseis próxima do Ártico teve um caráter nuclear, com um saldo de cinco mortos.
Observem a onda de choque nos vídeos abaixo:

A explosão assustou as populações locais e fez com que as pessoas corressem às farmácias, nas cidades de Arkhangelsk e Severodvinsk, e esgotassem os estoques de iodo medicinal, usado para diminuir os efeitos da exposição à radiação.

Em comunicado, a agência nuclear russa, Rosatom, anunciou que cinco membros do seu quadro morreram na explosão e outras três pessoas sofreram queimaduras. Autoridades militares não informaram sobre a possível presença de combustível nuclear no acidente, que ocorreu na região d…

Popocatepetl - Material incandescente foi lançado a até 2 km da cratera provocando incêndios nas encostas do vulcão.

MAIS NOTÍCIAS

Uma erupção explosiva espetacular começou no vulcão Popocatepetl do México às 01:23 UTC em 27 de março (19:23 LT, 26 de março). A coluna de cinzas vulcânicas atingiu 8,5 km.
A erupção produziu uma coluna espessa de cinzas de até 3 km, à deriva do nordeste. Material incandescente foi lançado a até 2 km da cratera, provocando incêndios nas encostas do vulcão.


Washington VAAC relatou emissão de cinzas pesadas movendo a ESE da cúpula. A coluna de cinzas vulcânicas atingiu uma altitude de 8,5 km acima do nível do mar. É esperado que as cinzas dissipem dentro de 12 horas.


Nas últimas 24 horas (17:00 UTC, 26 de março), os sistemas de monitoramento do vulcão detectaram 155 exalações, CENAPRED relatou . As exalações foram acompanhadas por vapor de água, gases vulcânicos e baixo teor de cinzas. Além disso, foram registrados 5 minutos de tremor de baixa amplitude e dois terremotos vulcano-tectônicos em 26 de março.


O nível de alerta permanece em amarelo, fase dois (nível médio em uma escala de três cores).
O sobrevoo do dia 15 de março confirmou que a cúpula de lava 82 foi totalmente destruída durante as explosões de 13 e 14 de março. A cratera interna permanece com 300 m de largura e 130 m de profundidade.
Atividade eruptiva semelhante foi observada em episódios eruptivos anteriores, particularmente desde 14 de fevereiro de 2019.


Uma forte erupção às 03:38 UTC em 19 de março de 2019 (21:38, hora local, 18 de março), ejetou uma coluna de vapor de água, gás e cinzas em até 4 km e jogou material incandescente 2,5 km da cratera.
As autoridades pediram aos moradores que não se aproximem do vulcão (raio de segurança de 12 km) e estejam atentos às informações emitidas pela Coordenação Nacional de Proteção Civil através de seus canais e contas oficiais.

Fonte: Watchers