RÚSSIA - Níveis de radiação aumentam 16 vezes após explosão de foguete com 5 mortes.

MAIS NOTÍCIAS

A agência nuclear estatal da Rússia, Rosaton, informou que o acidente ocorreu durante teste de um motor em uma plataforma marítima no Mar Branco, provocando a morte de pelo menos cinco cientistas e ferindo três.


A Rússia reconheceu neste sábado, após dois dias de silêncio, que a explosão ocorrida na última quinta-feira em uma base de lançamento de mísseis próxima do Ártico teve um caráter nuclear, com um saldo de cinco mortos.
Observem a onda de choque nos vídeos abaixo:

A explosão assustou as populações locais e fez com que as pessoas corressem às farmácias, nas cidades de Arkhangelsk e Severodvinsk, e esgotassem os estoques de iodo medicinal, usado para diminuir os efeitos da exposição à radiação.

Em comunicado, a agência nuclear russa, Rosatom, anunciou que cinco membros do seu quadro morreram na explosão e outras três pessoas sofreram queimaduras. Autoridades militares não informaram sobre a possível presença de combustível nuclear no acidente, que ocorreu na região d…

Conheça o Aglomerado Aberto de Estrelas Plêiades do Sul.

MAIS NOTÍCIAS

Facilmente visto a olho nu, este aglomerado é um dos mais próximos de nós, cuja distância é de cerca de 167.7 parsecs (547 anos-luz) de distância da Terra.



IC 2602, geralmente conhecido como as Plêiades do Sul ou Theta Carinae Cluster, é um aglomerado aberto na constelação de Carina, foi descoberta por Abbe Lacaille em 1751 da África do Sul.

As Plêiades do Sul (IC 2602) tem uma magnitude aparente total de 1,9, que é 70% mais fraca que as Plêiades de Tauré e contém cerca de setenta e quatro estrelas. É o terceiro aglomerado aberto mais brilhante no céu, seguindo as Hyades. 

Tal como o seu homólogo do norte, as Plêiades do Sul ocupam uma área considerável do céu, aproximadamente 50 minutos de arco, por isso é melhor visualizado com grandes binóculos ou telescópio com uma ocular grande angular.

θ Carinae é a estrela mais brilhante dentro do aglomerado aberto, com a magnitude visual aparente de +2,74. Carinae (PP Carinae) é outra estrela de terceira magnitude conhecida por ser membro da IC 2602, embora esteja bem fora do principal agrupamento visível de estrelas. 

Todos os outros membros do cluster são da quinta magnitude e mais tênues, mas vários são objetos a olho nu, incluindo HR 4196 (V518 Car), HR 4204, HR 4205, HR 4219, HR 4220, HR 4222, HD 92536, HD 93738 e V364 Carinae.


A IC 2602 é provavelmente mais ou menos da mesma idade que o cluster aberto IC 2391, que tem uma idade limite de depleção de lítio de 50 milhões de anos, embora a idade aceita de seu diagrama HR seja de aproximadamente 13,7 milhões de anos. É provável que as estrelas do IC 2602 façam parte da Lower Scorpius-Centaurus Association.