RÚSSIA - Níveis de radiação aumentam 16 vezes após explosão de foguete com 5 mortes.

MAIS NOTÍCIAS

A agência nuclear estatal da Rússia, Rosaton, informou que o acidente ocorreu durante teste de um motor em uma plataforma marítima no Mar Branco, provocando a morte de pelo menos cinco cientistas e ferindo três.


A Rússia reconheceu neste sábado, após dois dias de silêncio, que a explosão ocorrida na última quinta-feira em uma base de lançamento de mísseis próxima do Ártico teve um caráter nuclear, com um saldo de cinco mortos.
Observem a onda de choque nos vídeos abaixo:

A explosão assustou as populações locais e fez com que as pessoas corressem às farmácias, nas cidades de Arkhangelsk e Severodvinsk, e esgotassem os estoques de iodo medicinal, usado para diminuir os efeitos da exposição à radiação.

Em comunicado, a agência nuclear russa, Rosatom, anunciou que cinco membros do seu quadro morreram na explosão e outras três pessoas sofreram queimaduras. Autoridades militares não informaram sobre a possível presença de combustível nuclear no acidente, que ocorreu na região d…

MOÇAMBIQUE - Mais de 35.000 casas destruídas pelo Ciclone "Kenneth".

MAIS NOTÍCIAS

Outro grande desastre natural afetou Moçambique apenas 6 semanas depois do devastador Ciclone Tropical "Idai" ter deixado mais de 600 mortos.

Simon Allison

Mais de 35 mil casas foram parcial ou totalmente destruídas ao serem atingidas pelo Ciclone Tropical "Kenneth" categoria 4.
Mais de 160.000 foram afetados, muitos dos quais estão agora expostos e com fome.
Autoridades do governo disseram que agentes humanitários tentaram chegar a áreas duramente atingidas fora de Pemba, mas foram forçados a recuar depois que os rios transbordaram, inundando as casas até seus telhados.

Helicópteros não podem voar e vários voos foram cancelados, impedindo que trabalhadores humanitários e ajuda sejam entregues por via aérea, informou a Associated Press.
A organização Save the Children disse que a devastação total está afetando um trecho de 60 quilômetros de costa e ilhas próximas.
Foi relatado anteriormente que cerca de 90% das casas na ilha turística de Ibo foram destruídas.
Pelo menos 5 pessoas foram mortas em Moçambique e 3 em Comores.

VOA News
euronews.com

"O desastre acontece apenas seis semanas depois que o Ciclone Idai devastou o centro de Moçambique, matando mais de 600 pessoas, desencadeando uma epidemia de cólera, destruindo plantações no celeiro do país, forçando um milhão de pessoas a depender da assistência alimentar para sobreviver e causando destruição maciça de casas, escolas e infra-estrutura em um dos países mais pobres do mundo ", disse o chefe humanitário da ONU, Mark Lowcock.



Watchers