RÚSSIA - Níveis de radiação aumentam 16 vezes após explosão de foguete com 5 mortes.

MAIS NOTÍCIAS

A agência nuclear estatal da Rússia, Rosaton, informou que o acidente ocorreu durante teste de um motor em uma plataforma marítima no Mar Branco, provocando a morte de pelo menos cinco cientistas e ferindo três.


A Rússia reconheceu neste sábado, após dois dias de silêncio, que a explosão ocorrida na última quinta-feira em uma base de lançamento de mísseis próxima do Ártico teve um caráter nuclear, com um saldo de cinco mortos.
Observem a onda de choque nos vídeos abaixo:

A explosão assustou as populações locais e fez com que as pessoas corressem às farmácias, nas cidades de Arkhangelsk e Severodvinsk, e esgotassem os estoques de iodo medicinal, usado para diminuir os efeitos da exposição à radiação.

Em comunicado, a agência nuclear russa, Rosatom, anunciou que cinco membros do seu quadro morreram na explosão e outras três pessoas sofreram queimaduras. Autoridades militares não informaram sobre a possível presença de combustível nuclear no acidente, que ocorreu na região d…

RÚSSIA - Pelo menos 41 pessoas morreram em aterrissagem de emergência em Moscou.

MAIS NOTÍCIAS

Um avião pertencente à companhia aérea russa Aeroflot pegou fogo ao fazer um pouso de emergência em Moscou.

usatoday

Pelo menos 41 pessoas morreram no incêndio, incluindo crianças, anunciou o Comitê de Investigação da Rússia. Cerca de sete pessoas ficaram feridas, disseram autoridades.




O vídeo mostra o avião em chamas enquanto ele ruge pela pista. Depois que ele para, alguns passageiros pulam em escorregadores infláveis.


Um passageiro filmou o momento de dentro do avião


O Sukhoi Superjet, que tinha 73 passageiros e cinco tripulantes, solicitou um pouso de emergência, informou a agência de notícias russa Tass. Sukhoi disse que o pouso forçado pode ter acendido o fogo.

usatoday

Um correspondente do site de notícias russo RT estava em um avião próximo e viu o pouso.
"Estávamos muito perto do avião, que estava completamente em chamas", disse Boris Kuznetsov. "As chamas eram enormes. Foi muito difícil para os serviços de emergência combater o incêndio ".


A Aeroflot, maior companhia aérea da Rússia, disse em um comunicado que o voo SU1492 estava programado para voar de Moscou para a cidade russa de Murmansk. O comunicado informou que o avião sofreu um incêndio no motor depois de ser forçado a retornar ao aeroporto internacional de Sheremetyevo devido a problemas técnicos. Nenhum detalhe sobre esses problemas foi liberado.

O incêndio foi rapidamente extinto e os passageiros puderam sair da aeronave pelas saídas de emergência, informou a companhia aérea. Assistência médica foi imediatamente fornecida aos feridos, segundo o comunicado.

usatoday

"Uma investigação foi lançada sobre o incidente, e a Aeroflot ativou sua equipe de resposta à crise", disse o comunicado.
O Comitê de Investigação lançou uma investigação criminal para determinar se as regras de segurança de operação de aeronaves foram violadas. Tal investigação é padrão em acidentes que alegam a vida de duas ou mais pessoas. Sukhoi disse que foi representado no painel.

A companhia informou que o avião foi produzido em agosto de 2017 e recebeu manutenção programada há cerca de um mês.
O aeroporto, o maior e mais movimentado da Rússia, disse que forneceu assistência psicológica às famílias das vítimas.

usatoday