ATENÇÃO! Cinzas do Vulcão Ubinas sobre SP, PR e RJ!

MAIS NOTÍCIAS

Vulcão Ubinas, no Peru, registra maior explosão em 300 anos. Texto de Everton S. Gonçalves  Pluma de cinzas vulcânicas chegam sobre o centro sul do Brasil nessa manhã de sábado, originada da erupção do vulcão Ubinas no Peru.



Mais cedo estavam concentradas sobre PR e SP. Agora estão concentradas entre SP e RJ, avançando para o mar.  Como estão em altitudes bem elevadas, vai ser pouco sentido pela população. 
No máximo, o céu vai ficar cinzento durante o dia e o pôr do sol pode ser diferenciado, na luminosidade e cores, principalmente mais avermelhado e rosado.
Em 2015 as cinzas do Vulcão Cabulco, no Chile, chegaram ao Sudeste do Brasil. As imagens abaixo mostram o efeito óptico atmosférico causados pelas cinzas ao Pôr do Sol.



Mas vale destacar que cinzas vulcânicas são um grande risco para a aviação. Queromos acreditar que nossas autoridades estejam monitorando essa situação.




Com informações de Everton S. Gonçalves 
Em atualização...
Fique ligado! Acompanhe nosso SITE! Monitore…

EBOLA - 1.400 pessoas morreram até agora no segundo maior surto da história, mas segundo a OMS, ainda não é uma emergência internacional.

MAIS NOTÍCIAS

A epidemia do vírus Ebola na África Ocidental foi o surto mais disseminado da doença na história, matando mais de 11.000 pessoas e se espalhando para dez países, incluindo Libéria, Serra Leoa, Espanha e Estados Unidos.

digitalcongo

Em 14 de junho, a Organização Mundial de Saúde divulgou uma declaração que outro surto de Ebola na República Democrática do Congo e em Uganda é uma emergência de saúde na região, mas não atende aos critérios de uma emergência internacional. A ONU também declarou que o surto ainda não é uma emergência global, mas é "um evento extraordinário" de profunda preocupação.

No entanto, as autoridades estão preocupadas com a disseminação da doença e com o fato de não haver dinheiro suficiente para combatê-la.

.digitalcongo

"O Comitê está profundamente decepcionado com o fato de a OMS e os países afetados não terem recebido o financiamento e os recursos necessários para este surto", diz a declaração da OMS. "A comunidade internacional deve aumentar o financiamento e apoiar o fortalecimento da prontidão e resposta na RDC e nos países vizinhos."

Até agora, houve até 2.100 casos de Ebola neste recente surto e 1.400 pessoas morreram.
Jeremy Farrar, o diretor do Wellcome Trust, disse que foi "verdadeiramente assustador" e mostra "nenhum sinal de parar em breve".

businessinsider

"Se eu olhar para uma época semelhante na África Ocidental em 2014, os primeiros-ministros e presidentes estavam falando sobre o Ebola", disse ele, segundo a ScienceMag. "Francamente, isso não aconteceu neste surto".

Desde que o vírus se espalhou para Uganda, cerca de 4.700 profissionais de saúde em 165 centros de saúde e clínicas foram vacinados, de acordo com o Guardian.

"Agora há mais mortes do que qualquer outro surto de Ebola na história, além da epidemia da África Ocidental de 2013-16, e não há dúvida de que a situação está aumentando em direção a esses níveis terríveis", disse Farrar em um comunicado. "Precisamos urgentemente de uma mudança na resposta para ajudar a impedir que o Ebola se espalhe e salvar vidas".

businessinsider
Fique ligado! Acompanhe nosso SITE!
Monitore as tempestades AQUI
Monitore o Sol AQUI