EBOLA - 1.400 pessoas morreram até agora no segundo maior surto da história, mas segundo a OMS, ainda não é uma emergência internacional.

MAIS NOTÍCIAS

A epidemia do vírus Ebola na África Ocidental foi o surto mais disseminado da doença na história, matando mais de 11.000 pessoas e se espalhando para dez países, incluindo Libéria, Serra Leoa, Espanha e Estados Unidos.

Em 14 de junho, a Organização Mundial de Saúde divulgou uma declaração que outro surto de Ebola na República Democrática do Congo e em Uganda é uma emergência de saúde na região, mas não atende aos critérios de uma emergência internacional. A ONU também declarou que o surto ainda não é uma emergência global, mas é "um evento extraordinário" de profunda preocupação.
No entanto, as autoridades estão preocupadas com a disseminação da doença e com o fato de não haver dinheiro suficiente para combatê-la.

"O Comitê está profundamente decepcionado com o fato de a OMS e os países afetados não terem recebido o financiamento e os recursos necessários para este surto", diz a declaração da OMS. "A comunidade internacional deve aumentar o finan…

William Waack e Evaristo Costa serão âncoras na CNN Brasil.

MAIS NOTÍCIAS

A CNN Brasil recebeu mais de 30 mil currículos desde janeiro deste ano. São milhares de talentos que acreditam que fazer jornalismo de qualidade pode mudar a vida de milhões de brasileiros.
Evaristo Costa irá apresentar um programa semanal direto dos estúdios da CNN Londres. Será uma revista eletrônica que mesclará jornalismo e entretenimento. William Waack  será o âncora de um telejornal diário no horário nobre da CNN Brasil. 
Os dois apresentadores também estarão à frente de conteúdos produzidos exclusivamente para as redes sociais da CNN Brasil.

Foto: CNN Brasil

A CNN Brasil inaugurou a redação na cidade de São Paulo. 
Localizado próximo à Avenida Paulista, o espaço conta com 150 postos de trabalho, sendo que 65 já são ocupados pelos primeiros contratados.
Em comunicado enviado à imprensa, a CNN Brasil informa que a estrutura em questão é provisória. Na Alameda Santos, no bairro paulistano de Cerqueira César, o ambiente é chamado de “escritório de transição”. A sede oficial será lançada ao decorrer dos próximos meses. O endereço ainda não foi revelado, mas se sabe que será no Jardim Paulista, próximo à Avenida Paulista. Por enquanto, a redação provisória atende à área administrativa, o setor comercial e o departamento de jornalismo.


Vice-presidentes
Jornalismo - Leandro Cipolini. Deixou o cargo de diretor de jornalismo do grupo Record (TV e R7) para se acertar com a CNN. Foi repórter e editor de política do – hoje finado – Jornal da Tarde e do Estadão. Na Record TV, esteve à frente do núcleo investigativo, liderou reportagens como a série que culminou com a renúncia da antiga presidência da CBF e a que abordou o esquema de corrupção no governo estadual do Rio de Janeiro. Teve o trabalho reconhecido, conquistando, entre outros, o primeiro Esso da história da Record TV, em 2005.

Programação - Virgilio Abranches. Assim como Cipolini, foi contratado pela CNN Brasil enquanto era funcionário da Record TV. Ele era diretor de programa da emissora de Edir Macedo desde 2014. Nos 15 anos em que ficou na emissora, foi produtor, editor, editor-executivo, editor-chefe, chefe de produção e chefe de redação. Foi, ainda, diretor de jornalismo nas praças Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Fora da Record TV, passou por Folha de S. Paulo e EPTV, afiliada da Rede Globo no interior paulista.

Conteúdo - Américo Martins. Contratado junto à BBC, onde, como diretor para Europa e Américas, tinha o desafio de gerenciar uma equipe composta por aproximadamente 500 jornalistas. Oriundo da mídia impressa, atuou nos jornais Folha de S. Paulo e Jornal do Brasil. Mudou-se para Londres, onde começou a parceria com a British Broadcasting Corporation. Trabalhou no grupo britânico de 1998 a 2010. Retornou ao Brasil para ser o superintendente de jornalismo da Rede TV, permanecendo nessa condição até julho de 2014. Em fevereiro de 2015, assumiu como diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação, mas ficou apenas alguns meses no cargo. De volta à Europa, assumiu novo desafio na BBC.

Comercial - Marcus Vinicius Chisco. Com mais de 27 anos de experiência profissional, conta com dois MBAs no currículo. Iniciou sua trajetória profissional em 1991, na área de marketing da MTV Brasil e, entre 1995 e 1996, atuou na departamento de vendas e marketing da Globosat. Na sequência, ingressou na Record TV como analista de marketing da superintendência comercial, em São Paulo e, após dois anos, passou a ser diretor de operações na sede da emissora na Flórida. De volta ao Brasil, assumiu a direção geral da Rede Mulher de Televisão em 1999. Em julho de 2000, retornou à Record como diretor artístico e de programação. Por fim, em novembro de 2002 migrou para a diretoria comercial, onde permaneceu por 17 anos.


Diretores de Jornalismo
Jornalismo - Ellen Nogueira. Foi tirada da TV Globo, emissora na qual estava desde 2009 e vinha trabalhando nas pautas para o ‘Jornal Nacional’. No canal da família Marinho, foi coordenadora de produção de rede e chefe de produção do ‘Fantástico’. Apesar do trabalho na televisão, investiu em sua formação acadêmica. Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, de São Paulo, tem mestrado em comunicação pela mesma instituição de ensino. É MBA em economia pela FIA e realizou o curso de liderança & gestão de pessoas pelo Insper.

Jornalismo - Henri Karam. Mais um exemplo de profissional que o comando da CNN Brasil foi buscar no mercado e, consequentemente, desfalcou um concorrente. Há anos, ele estava no Grupo Bandeirantes de Comunicação, onde passou por diversos cargos e teve a oportunidade cobrir os Jogos Olímpicos de 2008 e a Copa do Mundo de 2010. No conglomerado de mídia do Morumbi, foi repórter, editor e editor-chefe. Foi para a empresa de Douglas Tavolaro quando era o chefe de redação do BandNews TV. Passou, anteriormente, pela TV Globo. No âmbito acadêmico, graduou-se e realizou pós-graduação (telejornalismo, comunicação e estudos da mídia) pela USP. Tem, ainda, especialização em direção editorial pela ESPM.


Fontes: CNN Brasil / Comunique-se

Fique ligado! Acompanhe nosso SITE!
Monitore as tempestades AQUI
Monitore o Sol AQUI