RÚSSIA - Níveis de radiação aumentam 16 vezes após explosão de foguete com 5 mortes.

MAIS NOTÍCIAS

A agência nuclear estatal da Rússia, Rosaton, informou que o acidente ocorreu durante teste de um motor em uma plataforma marítima no Mar Branco, provocando a morte de pelo menos cinco cientistas e ferindo três.


A Rússia reconheceu neste sábado, após dois dias de silêncio, que a explosão ocorrida na última quinta-feira em uma base de lançamento de mísseis próxima do Ártico teve um caráter nuclear, com um saldo de cinco mortos.
Observem a onda de choque nos vídeos abaixo:

A explosão assustou as populações locais e fez com que as pessoas corressem às farmácias, nas cidades de Arkhangelsk e Severodvinsk, e esgotassem os estoques de iodo medicinal, usado para diminuir os efeitos da exposição à radiação.

Em comunicado, a agência nuclear russa, Rosatom, anunciou que cinco membros do seu quadro morreram na explosão e outras três pessoas sofreram queimaduras. Autoridades militares não informaram sobre a possível presença de combustível nuclear no acidente, que ocorreu na região d…

Etna e Stromboli, entraram juntos, em uma fase eruptiva intensa!

MAIS NOTÍCIAS

inmeteo
Etna, o vulcão siciliano começou com a atividade stromboliana da área da cratera sudeste, que vem aumentando desde a manhã de hoje, com a emissão de cinzas, explosões e fluxos de lava que se tornaram mais largos nas últimas horas.




À noite também o Stromboli intensificou sua atividade eruptiva: ao redor do vulcão há também alguns incêndios marcantes.


O instituto de geofísica e vulcanologia e a Proteção Civil estão monitorando os vulcões constantemente. Para o Etna, o Departamento de Proteção Civil ordenou a passagem do nível de alerta de "verde", que corresponde à atividade normal, para o nível "amarelo".


A elevação do nível de alerta determina o fortalecimento do sistema de monitoramento do vulcão e a ativação de um elo informativo constante entre a comunidade científica e os demais componentes e estruturas operacionais do Serviço Nacional de Proteção Civil. 
Esta avaliação - explica a Proteção Civil - baseia-se nos relatórios das fenomenologias e nas avaliações de perigo disponibilizadas pelos Centros de Competência que, para o Etna, são o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (Osservatorio Etneo e Secção de Palermo) e o Departamento Ciências da Terra da Universidade de Florença.



Fique ligado! Acompanhe nosso SITE!
Monitore as tempestades AQUI
Monitore o Sol AQUI